Reunião Empresa Para muitas pessoas, abrir uma empresa pode ser um dos seus objetivos de vida. Mas, é importante ressaltar que para sua criação inúmeros passos precisam ser seguidos, a fim de que a empresa sobreviva em seus primeiros anos e resista as crises que afetam o mercado.

Com planejamento, uma boa ideia e paciência é possível realizar esse sonho. O plano de negócios é um dos instrumentos fundamentais para estruturar um negócio próprio. Nele, é feita a verificação de como está o mercado relativo ao negócio, o público-alvo que se deseja atingir, dentre outros aspectos. Com o plano pronto, os documentos para a abertura do negócio, o capital inicial e, estando de acordo com a lei, a abertura será inevitável.

Esse processo não é fácil, mas quando está estruturado de forma correta e o empreendedor consegue seguir o passo a passo, torna-se menos trabalhoso prosseguir em todas as etapas.

5 Dicas para Abrir uma Empresa

1. Comece a Pesquisar sobre o Mercado

Antes de começar com a criação do plano de negócios é essencial realizar uma pesquisa prévia. Esse exercício dará a possibilidade de verificar as empresas do mesmo ramo, se há outros nomes semelhantes aos que escolheu, como estará o mercado na área que pretende atuar, bem como conhecer, de modo geral, as pessoas que estariam interessadas em seu produto ou serviço.

Obs.: Para escolher uma ideia de negócio, prefira algo que goste de fazer. Para se especializar no ramo, realize cursos, participe de feiras do empreendedor, eventos, procure especialistas e leia artigos.

2. Elabore um Plano de Negócios

O plano de negócios é o roteiro que irá guiar o empreendedor na abertura de seu negócio. É um documento detalhado que mostra de uma forma ampla, a situação dos mercados em que a empresa participará, quais os produtos e serviços que serão ofertados, além de oferecer informações sobre a parte operacional, financeira e de marketing do negócio. Ele também garantirá segurança ao empreendedor, pois com esse plano pode-se ter um panorama de como será quando abrir a empresa. O plano também ajudará a ampliar ou implantar inovações.

3. Entenda sobre os Riscos do seu Negócio

Os riscos de um negócio podem contribuir para o fechamento do mesmo. Por isso, é um dos itens que não poderão faltar em seu plano. Assim, observe a sazonalidade, pois há determinados produtos, por exemplo, que aumentam suas vendas ou diminuem por causa de alguns períodos do ano; Economia: observe sempre as mudanças e faça uma análise crítica sobre a situação econômica; Segmentos monopolizados: são aqueles empreendimentos que dominam o mercado e, assim, definem como funcionarão as vendas. Um exemplo, é a venda de pneus, no Brasil. Nesses casos, pode ser um risco se o seu negócio for do mesmo ramo.

4. Tenha Estratégias Definidas

Quando as estratégias são delimitadas, o empreendedor estará mais preparado para as eventuais mudanças que possam surgir. Por isso, realize todos os cálculos e se prepare para contabilizar todo o valor que será necessário para investir inicialmente no negócio (capital inicial). Além disso, defina um lugar estratégico, que seja acessível para os seus clientes.

5. Procure Ajuda de um Especialista

Se não sabe por onde começar, que tal procurar um especialista? Uma pessoa experiente no assunto ou empresa poderão te ajudar com esse passo a passo. Outra opção é procurar o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

O Que é Ser Empreendedor?

O empreendedor é alguém que busca empreender, gosta de resolver problemas, de cumprir tarefas desafiadoras e tem várias características que contribuem para a abertura de uma empresa: determinação, otimismo, curiosidade, criatividade, são algumas delas. Essas características formam o perfil de um empreendedor.

Liderança

Um empreendedor que possui a liderança como característica estará pronto para administrar uma empresa. Até mesmo porque, o líder é aquele que gerencia, tanto o seu negócio, quanto a sua equipe. É aquele que sabe ouvir e motivar a equipe, de modo que ela seja comprometida com o seu trabalho.

Comunicação

A boa comunicação é um dos diferenciais para o empreendedor, pois quando ele a utiliza poderá se expressar da forma correta, tanto com seus funcionários, quanto para o crescimento do seu negócio.

Conhecimento

O conhecimento da área de atuação é fundamental para ter uma ideia do ramo que se pretende atuar. Quanto maior a coleta de informação, melhor ele conhecerá sobre o negócio.

Iniciativa

Para ter iniciativa, um empreendedor precisará se atentar a tudo que acontece em sua área de atuação. Assim, ele se antecipará a tudo que acontecerá e poderá agir rapidamente para implementar uma nova ideia, por exemplo, em seu negócio.

Organização

Quando o empreendedor se organiza e se planeja, ele poderá dar prioridade, de forma correta, para cada etapa de seu projeto. Além disso, terá tempo para avaliar uma situação complexa, corrigir erros e obter as melhores soluções para resolução de um problema.

Assumir Riscos

Assumir riscos é uma das características essenciais para qualquer empreendedor, pois a partir de todas as informações que possui, ele poderá decidir em determinadas situações quando arriscar ou não.

Identificar Oportunidades

Para que novas oportunidades possam surgir, basta estar atento ao mercado e implementá-las ao negócio sempre que possível, ou seja, é preciso saber se beneficiar dessas oportunidades.